Domingo, 16 de Julho de 2006
Que calor!!!

UF...UF..que calor.

Como sabem com este calor não se deve estar na praia , entre as 11 e as 17.Ora o que sobra? De manhã aqui dorme-se, depois das 17 não vou andar quilómetros ao calor para estar duas horas na praia e voltar através de longa fila.

Decidi que praia só daqui a 15 dias.Quando finalmente  as férias chegarem.

Entretanto  hoje Domingo só tenciono sair de casa por volta das 17 horas, quando se aguentar o calor.

Vou fazer umas compritas vulgares, talvez comer um gelado , tomar café, pois preciso levantar a tensão.

Hoje ninguém almoçou, e não sei de iremos jantar, penso que iremos beber água e pronto.

Apenas nestas alturas é que penso "Como eu entendo os alentejanos". Com o calor que se faz sentir  no Alentejo, durante meses e durante toda a vida, claro que os movimentos tornam-se lentos, e reduzidos ao minimo.

Ontem alguém me respondeu a propósito de "manda aí uma mensagem"  no telemovel, que estava muito calor para se mecher, que mandasse eu a mensagem.

São os efeitos do calor.

Espero  que estejam de férias .

sinto-me: de lingua de fora como os cães
publicado por ciloca às 16:23
link do post | favorito
De xicoxperto a 18 de Julho de 2006 às 00:54
Concordo com a relutância em relação à praia. Eu fui um grande amante de praia até finais dos anos oitenta mas hoje em dia não tenho "pachorra" para filas de trânsito infernais para estar duas horas na praia a levar com bolas na tromba e com a música (barulho) dos "tijolos" que uns fulanos mal formados se lembram de levar para as areias da Caparica. Já fiz os meus dez dias de campismo numa zona que já não visitava há perto de 20 anos (Serra da Peneda) e agora vou passar pelo blog de vez em quando porque enquanto as férias durarem dificilmente me vão apanhar em Lisboa. Estarei com a Serra do Montejunto à vista, embora a alguns quilómetros de distância e com os vinhedos do Oeste por companhia na minha "vivenda" de duas assoalhadas mosaicadas ) numa aldeia sem rede de esgotos (para vergonha dos autarcas da região se é que algum dia eles vão ganhar vergonha) mas com muita paz e natureza para "curtir", como diz agora a juventude. Dos alentejanos e do Alentejo conheço o suficiente para saber o quanto de verdade existe no "reparo". É realmente muito difícil fazer qualquer movimento com tamanha canícula. Ainda hoje, no centro e no sul de Espanha, se continua a fazer a siesta " e nem por isso o país é mais atrasado do que o nosso.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Dos Deolinda "Que parva q...

. Regressei um ano depois

. contra a execução de Saki...

. ...

. ...

. A Cidade vai sentir estas...

. Finalmente,

. ...

. ...

.arquivos

. Maio 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.favoritos

. ????????...

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds