Sábado, 25 de Abril de 2009
Mãe Galinha ou Mãe baldas?

 

O dia da Mãe aproxima-se aqui deixo a minha homenagam a todas as Mães
Deixo também uma confissão: de tudo o que fiz em mais de 40 anos de vida, ser mãe foi o melhor de todas as coisas e modéstia á parte, penso que fui bem sucedida.
 

Encontrei no Saber Viver da Sapo este teste se quiserem acedam á página home do sapo que lá se encontra.

Mãe galinha ou mãe baldas?
Este teste dá-lhe a resposta

Os atarefados dias de hoje deixam cada vez menos margem de manobra para exercer convenientemente aquela que é a profissão preferida da maioria das mulheres: ser mãe!

Entre o excesso de autoritarismo e de proteccionismo e uma liberdade descomplexada que se chega a raiar a fronteira do laxismo, nem sempre é fácil adequar uma decisão ao tipo de educação e formação que se pretende incutir nas crianças.

Responda às perguntas que se seguem para descobrir que tipo de mãe é. Isto se conseguir tirar os olhos de cima do seu filho durante dois ou três minutos...

Fonte: Adaptado de Doctissimo.fr


Por mim fiquei satisfeita com o resultado, veio de encontro ao que penso .
 
publicado por ciloca às 13:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
Democracia

 

Hoje deu-me para dar uma aula sobre o conceito de democracia

 

 

Uma democracia direta é qualquer forma de organização na qual todos os cidadãos podem participar diretamente no processo de tomada de decisões. As primeiras democracias da antiguidade foram democracias diretas. O exemplo mais marcante das primeiras democracias diretas é a de Atenas (e de outras cidades gregas), nas quais o Povo se reunia nas praças e ali tomava decisões políticas. Na Grécia antiga o "Povo" era composto pelos homens que tinham o título de "cidadão ateniense". Desta forma mulheres, escravos e metecos não tinham direito a esse título pois tinham de ser do sexo masculino e ser filho de pais atenienses e netos de avós atenienses, não tendo direito a voto nem nenhuma influência na política. No mundo atual o sistema que mais se aproxima dos ideais da democracia direta é a democracia semidireta da Suíça

 

Democracia vem da palavra grega “demos” que significa povo. Nas democracias, é o povo quem detém o poder soberano sobre o poder legislativo e o executivo.

Embora existam pequenas diferenças nas várias democracias, certos princípios e práticas distinguem o governo democrático de outras formas de governo.

  • Democracia é o governo no qual o poder e a responsabilidade cívica são exercidos por todos os cidadãos, diretamente ou através dos seus representantes livremente eleitos.

  • Democracia é um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana; é a institucionalização da liberdade.

  • A democracia baseia-se nos princípios do governo da maioria associados aos direitos individuais e das minorias. Todas as democracias, embora respeitem a vontade da maioria, protegem escrupulosamente os direitos fundamentais dos indivíduos e das minorias.

  • As democracias protegem de governos centrais muito poderosos e fazem a descentralização do governo a nível regional e local, entendendo que o governo local deve ser tão acessível e receptivo às pessoas quanto possível.

  • As democracias entendem que uma das suas principais funções é proteger direitos humanos fundamentais como a liberdade de expressão e de religião; o direito a proteção legal igual; e a oportunidade de organizar e participar plenamente na vida política, econômica e cultural da sociedade.

  • As democracias conduzem regularmente eleições livres e justas, abertas a todos os cidadãos. As eleições numa democracia não podem ser fachadas atrás das quais se escondem ditadores ou um partido único, mas verdadeiras competições pelo apoio do povo.

  • A democracia sujeita os governos ao Estado de Direito e assegura que todos os cidadãos recebam a mesma proteção legal e que os seus direitos sejam protegidos pelo sistema judiciário.

  • As democracias são diversificadas, refletindo a vida política, social e cultural de cada país. As democracias baseiam-se em princípios fundamentais e não em práticas uniformes.

  • Os cidadãos numa democracia não têm apenas direitos, têm o dever de participar no sistema político que, por seu lado, protege os seus direitos e as suas liberdades.

  • As sociedades democráticas estão empenhadas nos valores da tolerância, da cooperação e do compromisso. As democracias reconhecem que chegar a um consenso requer compromisso e que isto nem sempre é realizável. Nas palavras de Mahatma Gandhi, “a intolerância é em si uma forma de violência e um obstáculo ao desenvolvimento do verdadeiro espírito democrático”.


  • publicado por ciloca às 21:51
    link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
    |
    Sábado, 18 de Abril de 2009
    devoluções de crianças adoptadas
     
     
    Os motivos que levam os candidatos a desistir da idOs motivos que levam os candidatos a desistir da ideia de adoptar durante o período experimental de seis meses são vários e às vezes fúteiseia
     
     
    de adoptar durante o período experimental de seis meses são vários e às vezes f- 02h11

    Adopção: 80 crianças devolvidas à instituições nos últimos quatro anos

    Casal preferiu o cão ao filho adoptivo

    Em 2006, ao fim de uma semana, um casal da Região Centro devolveu a criança que lhes foi confiada, porque não se dava bem com o cão. "O cão já estava com a família há muito tempo", terá sido a explicação. Esta criança é uma das 80 que foram devolvidas às instituições nos últimos quatro anos, durante a fase de pré-adopção, período experimental de seis meses em que vivem com os pais adoptivos.

    Os motivos que levam os candidatos a desistir são vários e ao que o CM apurou junto de algumas instituições de acolhimento, que preferem manter o anonimato, nem sempre são os mais razoáveis. Confrontado com estas situações, Luís Villas-Boas, psicólogo e director do refúgio Aboim Ascensão, no Algarve, congratula-se por ter contribuído, juntamente com a procuradora Joana Marques Vidal, para agilizar a lei da adopção, mas conclui que ainda há muito a fazer. 'Não conheço o caso, mas a ser verdade isso deveria ter sido detectado na avaliação do perfil do casal.'

    Estima-se que ocorram cerca de 20 'rejeições' por ano. Só no ano de 2007, foram devolvidas 17 crianças. Entre estas estão dois irmãos, um de cinco e outro de sete anos, cujos pais adoptivos os devolveram à instituição apenas 12 dias após os terem levado para casa. Atirar comida um ao outro, gritar, ofender os empregados dos restaurantes ou baterem-se constantemente foram alguns dos comportamentos que o casal não suportou.

    Há quem os devolva porque cede à ameaça familiar de perda de herança, ou porque a criança tem más notas. Foi o caso de João (nome fictício), 13 anos, que em 2008 foi devolvido e separado da irmã. João passou, em Janeiro deste ano, a fazer parte das estatísticas de sucesso. Teve sorte e foi adoptado novamente. As suas notas também subiram.

    O MÉTODO DOS CINCO DIAS

    O director do Refúgio Aboim Ascensão, Luís Villas-Boas, garante que não tem casos de 'incapacidade de prosseguir com a adopção' durante o período experimental dos seis meses, porque as crianças só saem para a casa dos pais adoptivos depois de estes se terem relacionado com elas, durante cinco dias, no refúgio e sob o olhar atento dos técnicos.

    O psicólogo diz que nesta fase já interrompeu processos que evitaram o confronto da criança com uma possível rejeição. Luís Villas-Boas defende a desregionalização das candidaturas à adopção, a criação de uma rede nacional de centros equipados com técnicos, juristas e psicólogos, bem como a revisão da lei internacional para permitir o acolhimentos de crianças estrangeiras.

    'VAMOS ESTUDAR AS DEVOLUÇÕES' (Guilherme de Oliveira, Dir. Observatório da Adopção)

    Correio da Manhã – Como comenta os números de crianças devolvidas?

    Guilherme de Oliveira – Ainda não há uma visão de conjunto destes casos. Há que avaliar caso a caso para determinar causas. Para perceber se é necessário alterar alguma coisa nos métodos de selecção dos candidatos ou se decorre da imprevisão do período da pré-adopção. Aliás, é para saber se há condições para a criança ser adoptada que existe esse período experimental.

    – Que medidas vai o Observatório da Adopção tomar para ajudar a resolver este problema?

    – Vamos estudar as devoluções das crianças. Já temos garantida a ajuda de dois peritos, os psicólogos João Seabra Dinis e Ana Paula Relvas, para estudar este tema a partir de Maio.

    Sónia Trigueirão

     

     

     

    publicado por ciloca às 13:07
    link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
    |
    Terça-feira, 7 de Abril de 2009
    ...

    Sao já mais de 200 as vitimas do sismo em Itália

     

    Aqui deixo os meus votos de pesar a todas as familias que ficaram assim sem os seus familiares e amigos.

     

    A força da Natureza continua a pregar-nos estas partidas.

     

    Coragem Itália

    publicado por ciloca às 13:37
    link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
    |
    Segunda-feira, 6 de Abril de 2009
    Geologo advertiu para o sismo

    Os danos do sismo em Itália poderiam, afinal, ter sido minimizados se as autoridades tivessem dado ouvidos às advertências feitas por um geólogo italiano para os riscos de uma tragédia. Há poucos dias, em declarações num programa televisivo, Giampaolo Giuliani disse ter dados científicos que apontavam para a iminência de um terramoto no centro do país. O responsável pela Protecção Civil chamou-o de "imbecil" e não lhe deu crédito.

    Giampaolo Giuliniani foi acusado de propagar um falso alarme "desnecessário" e foram poucos os que lhe deram atenção. Isto apesar de o Centro de Terramotos de Itália também ter registado movimentos sísmicos na zona em questão.

    O investigador reitera que a catástrofe que se abateu esta madrugada em Itália poderia ter sido evitada.

    Segundo notícia publicada na edição online de hoje do jornal espanhol "El Mundo", este investigador do Laboratório Nacional de Física de San Grasso fundamentou os seus receios com base nos fortes movimento sísmicos que estavam a ser registadas na zona de Aquila.

    Graças a uma ferramenta chamada "Gamma Tracer" que Giuliani tem no seu laboratório, que assinalava a presença de réplicas contínuas, o investigador não teve dúvidas de que a zona iria ser afectada por um sismo de grande magnitude. E decidiu tornar público os seus receios.

    Até aqui, os sismos eram considerados fenómenos não previsíveis. A tese de Giuliani, porém, baseia-se na análise de um gás radioactivo, o radón. Segundo o investigador, quando as falhas sísmicas se movimentam, este gás encontra um ponto de fuga e alcança a superfície, de modo que é possível apontar com precisão o lugar em que um sismo vai ocorrer.

    publicado por ciloca às 18:26
    link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
    |
    .mais sobre mim
    .pesquisar
     
    .Maio 2012
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab
    1
    2
    3
    4
    5
    6
    7
    8
    9
    11
    12
    13
    14
    15
    16
    17
    18
    19
    20
    21
    22
    23
    24
    25
    26
    27
    28
    29
    30
    31
    .posts recentes

    . ...

    . Dos Deolinda "Que parva q...

    . Regressei um ano depois

    . contra a execução de Saki...

    . ...

    . ...

    . A Cidade vai sentir estas...

    . Finalmente,

    . ...

    . ...

    .arquivos

    . Maio 2012

    . Fevereiro 2011

    . Agosto 2010

    . Fevereiro 2010

    . Setembro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Maio 2009

    . Abril 2009

    . Março 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Julho 2008

    . Junho 2008

    . Maio 2008

    . Abril 2008

    . Março 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Novembro 2007

    . Outubro 2007

    . Setembro 2007

    . Agosto 2007

    . Julho 2007

    . Maio 2007

    . Abril 2007

    . Março 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    . Setembro 2006

    . Agosto 2006

    . Julho 2006

    . Junho 2006

    . Maio 2006

    . Abril 2006

    . Março 2006

    . Fevereiro 2006

    . Janeiro 2006

    .favoritos

    . ????????...

    .links
    blogs SAPO
    .subscrever feeds