Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006
O subsidio da Natal já tem para onde ir

Olá a todos. Finalmente depois de uma semana sem PC, posso deixar-vos umas palavritas frescas.

Embora sem novidades, pois estou como o País, sem entusiasmo, sem espirito de Natal, sem grande esperança no futuro, lá vou tentando levar a vida. Por enquanto a saúde anda por aqui, vou bater três vezes na madeira, o diabo seja  cego surdo e mudo.

O subsidio da Natal já tem para onde ir. Ele é a carta de condução da miúda, ela é a viagem de finalistas da miúda, ele são as prendas dos miúdos, enfim qualquer coisa há-de sobrar para a ceia de Natal.

Entrados quase no último mês do ano, faço um balanço positivo, do mesmo. Porquê??

Não sei. Apesar da intervenção cirurgica da miúda, do desemprego da cara metade, acho que foi positivo. O País bem me quer deprimir mas eu não deixo. Pois quando me sinto mais em baixo, visito uns quantos amigos que me fazem rir, sorrir, chorar a rir, enfim ....obrigadão a todos. 

publicado por ciloca às 21:39
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Domingo, 19 de Novembro de 2006
Comer bem..
PROBLEMA: Quando sai do ginásio fica com as pernas muito rígidas

RECEITA: Bananas da Madeira

Tenta cuidar do seu corpo fazendo exercício e ele paga-lhe com cãibras? Primeiro que tudo, deve dizer-se que o exercício reduz os nutrientes essenciais ao bom funcionamento dos músculos. Mas também é verdade que estas contracções não significam que tenha feito exercício em excesso.

Nada melhor que jogar na antecipação e consumir regularmente bananas para prevenir as cãibras durante o exercício físico e beber água com abundância para combater a desidratação e repor o magnésio e o potássio perdido.

De facto, as cãibras costumam ser consequência da perda de glucose no sangue e da diminuição da capacidade muscular. Nesse sentido, a banana é um fruto que, além de ser rico em potássio e vitaminas B e C, é barata e fácil de descascar. Que mais se pode pedir?

 

PROBLEMA: As insónias não o deixam dormir

RECEITA: Leite com mel

Está farto de contar ovelhas? Segundo o site do ISTEL (Instituto do Sono, Cronobiologia e Telemedicina), pode dizer-se que "a insónia é algo de comum, que pode estar associado a outras doenças, pode resultar da medicação, do estilo de vida, entre outros factores".

A todas as pessoas com este problema, oferecemos este conselho: vão até à despensa e mandem para o lixo todos os alimentos com propriedades estimulantes que lá tenham (café, latas de coca-colas ou de bebidas energéticas, etc.). Deixem apenas ficar os alimentos com capacidades sedativas. Depois, preparem a receita da avozinha: um copo de leite com umas colheradas de mel.

Graças ao triptofano que compõe esta receita, conseguirá estimular o sono. Comer refeições ligeiras e não praticar desporto minutos antes de ir dormir (a não ser que queira fazer uma directa) são outros conselhos que poderão ajudá-lo a dormir que nem um anjo...

 

 

PROBLEMA: Vive preocupado com as doenças cardíacas

RECEITA: Peixe acompanhado de uma caneca de cerveja (mas só uma, não abuse)

Como prevenir-se de problemas cardíacos? Coma peixe. Vários estudos confirmam que os ácidos gordos polinsaturados Ómega-3, abundantes em peixes como o atum, a sardinha ou o salmão, impedem o início e a propagação das taquicardias. Para acompanhar o peixe, sugerimos-lhe cerveja.

Em consonância com a Dra. Maria José Pombeiro, Directora de Qualidade da CentralCervejas, pode dizer-se que "está cientificamente comprovado o efeito da cerveja (devido ao álcool) na prevenção de doenças cardiovasculares".

Segundo numerosos estudos, a cerveja reduz o risco de sofrer um ataque cardíaco (essa protecção acrescentada perde-se com duas a três jarras por dia) devido ao etanol, que faz com que o sangue seja menos espesso e que proteja o coração.

Todavia, "a cerveja, tal como o vinho, só protege e é benéfica se consumida com moderação", alerta a Dra. Maria José Pombeiro. E esta associação cerveja-peixe não é tão estranha quanto possa parecer. A comprová-lo está um estudo elaborado por cientistas espanhóis da Faculdade de Farmácia da Universidade Complutense de Madrid, que conseguiu fundamentar a hipótese de que quem bebe cerveja às refeições, normalmente, come cereais, fruta, carne e peixe em maiores proporções do que os que acompanham a comida com água ou sumos.

publicado por ciloca às 12:15
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Novembro de 2006
Crise na Câmara
Crise na Câmara
FIM DA COLIGAÇÃO
O presidente da Câmara de Lisboa retirou todos os pelouros à vereadora Maria José Nogueira Pinto, que acusa de «falta de lealdade política», pondo em causa a coligação PSD/CDS, que governa a capital. O sucedido vem na sequência de um voto negativo de Nogueira Pinta a um nome proposto por Carmona.
 
Ver artigoVer relacionados

 

NUM comunicado enviado às redacções, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carmona Rodrigues, anunciou esta noite que vai retirar todos os pelouros à vereadora Maria José Nogueira Pinto. Carmona afirma na nota à imprensa que a vereadora do CDS-PP «violou um dever de lealdade e confiança».

 

Carmona Rodrigues garante, no entanto, que irá «continuar a assegurar a governação da Câmara com a maioria e a equipa que o povo escolheu nas eleições». Isto apesar de, sem o acordo político que existe entre sociais-democratas e centristas se tornar difícil a gestão política da autarquia.

 

A decisão do presidente da Câmara surge na sequência de um incidente político que teve lugar esta tarde durante a votação dos nomes para o Conselho de Administração da Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) da Baixa Pombalina. Barata Nunes, um dos propostos pelo presidente Carmona Rodrigues para a administração daquela empresa municipal, foi chumbado para o cargo, com nove votos contra e oito a favor.

 

Apesar de a votação ser secreta, ficou claro que um dos votos contra veio de Maria José Nogueira Pinto, gerando mal-estar entre a maioria PSD/CDS que governa a Câmara da capital. No fim da reunião, Nogueira Pinto abandonou os Paços do Concelho, escusando-se a comentar o incidente e comentando apenas que «o voto é secreto».

 

margarida.davim@sol.pt

publicado por ciloca às 21:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006
Um Bairro Azul
 



Um bairro azul de miséria num enclave nas Olaias



Marina Almeida
Gonçalo Santos (foto)
 
A pessoa aqui vai à terra e quando volta tem a casa ocupada ou vandalizada, se vai um velho para o hospital doente fica logo alguém à porta à espera que ele morra para ocupar a casa." Zélia Mascarenhas, 65 anos, mora há 23 no Bairro Portugal Novo, nas Olaias. Resume numa frase a tensão diária que ali se vive - nas traseiras da esquadra da PSP, do Hotel Altis Park, paredes meias com a encosta das Olaias, em que o preço de algumas casas pode chegar aos 500 mil euros.

Nas ruas o tom das conversas baixa para falar da outra parte do problema: os indivíduos de etnia cigana que há mais ou menos cinco anos descobriram as fragilidades daquele bairro que hoje é "terra de ninguém". "É impossível viver com eles" diz outra moradora que não se quis identificar. Conta que eles "ameaçam os velhos que estão cá desde o início, há mais de 20 anos, querem ficar com as casas."

O bairro foi construído em terrenos da Câmara de Lisboa há 24 anos por uma cooperativa que faliu passados sete anos. Desde então, ninguém paga renda e impera a lei do mais forte. José Franco, eleito pelo Bloco de Esquerda para a assembleia de freguesia pelo Alto do Pina, explica que, quando a cooperativa faliu, "os prédios não tinham sido bem acabados e foi uma degradação contínua". Hoje, "as pessoas do antigamente não se entendem com outras que vivem de forma algo oportunista", diz, corroborando as histórias de ameaças e ocupações selvagens de habitações, nas "barbas da PSP", sem que a autoridade intervenha.

Maria Cândida está numa das entradas do bairro que teima em ser conhecido como Portugal Novo. Apesar de estar sujo de lixo e de tempo, da degradação dos prédios que já foram azul-bebé, da lotação mais-que--esgotada da maioria daquelas casas. Cândida aponta outras fragilidades do "bairro azul": as canalizações que não funcionam, as inundações frequentes em dias de chuva, a falta de espaços para novos e velhos. Garante que apesar da miséria há quem venda ali casas "por seis ou sete mil contos, tudo sem papéis".

O bairro passa agora mais despercebido por quem sai da rotunda das Olaias em direcção ao Areeiro. O edifício onde a câmara vai instalar os serviços sociais está pronto. "Estão a tapar a miséria", diz.

Lá atrás cai a noite e, na rua, um grupo acende o grelhador. Mais tarde vai cheirar a frango assado. Há alguém que diz: "Se me saísse o euromilhões quem comprava isto era eu."
publicado por ciloca às 21:07
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006
Estou satisfeita

Segunda Parte

Depois de alguns dias a preparar a resposta, a dar ao gabinete do dirigente referido no último post, ela foi devidamente encaminhada , quer ao gabinete quer a todos os superiores hierárquicos da grande Organização onde trabalho.

Hoje, foi dia de mais uma reunião, a  2º em duas semanas, dez meses depois de ter tomado posse o novo dirigente.

Lá ouvimos, mais uma vez o relambório de todo o largo curriculo do dito cujo, como se fosse necessário, pois trata-se de figura Pública que semanalmente aparece na televisão ,tem uma coluna semanal num jornal diário, por isso todos conhecemos largamente o seu curriculo.

Mas meus amigos, o seu tom de voz, a forma como nos comunicou o que tinha de dizer e a postura perante o corpo técnico com quem vai ter de trabalhar, foi como da noite para o dia.

Chegou a elogiar-nos, tipo passar a mão pela cabeça,o  que eu detesto. Não preciso de salamaleques apenas quero que me respeitem enquanto profissional.

Para finalizar o dito cujo, informa-nos que teve conhecimento que ao seu gabinete chegou um nosso abaixo assinado , que pedia desculpa mas não tinha tido oportunidade de ler. Ha..Ha..Ha... morde aqui a ver se eu deixo... Então pensa que somos inocentes? Ou burros? Foi só ver a sua postura e alguns recados que foi dando ao longo do discurso para percebermos como lhe fez BEM ter recebido a nossa manifestação de desagrado."Coisa para cinco páginas"

E fico por aqui, com esta recomendação : quando acharem que  têm razão devem sempre responder , numa clara atitude de exercicio de cidadania.

 

sinto-me:
publicado por ciloca às 21:27
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Domingo, 5 de Novembro de 2006
...

Hoje, vim deixar-vos umas palavrinhas, que justifiquem a minha ausência , ou melhor dizendo a falta da assiduidade. Então, fiquem sabendo, que tenho andado muito ocupada com o serviço, pois estamos a preparar uma resposta ao Vereador recem chegado ao Departamento onde trabalho, que um dia desses nos reuniu a cerca de 300 funcionários num salão de conferências e ,não nos conhecendo de lado nenhum, nos afrontou, chamou nomes injuriou, coisa digna de  o levar-mos a tribunal por difamação, injúria, calúnia, danos morais e fisicos ( dados os ataques cardiacos e depressões que possam advir). Foi uma coisa muito feia e pesada, pois o dito dirigente politico, falou-nos como se de colegas politicos se tratasse, e não de um corpo técnico , muitos altamente especializados, com os quais terá que trabalhar se quizer levar as suas promessas politicas a bom termo. Estamos por isso indispostos e tem sido esta a razão pela qual não tenho tido disposição para aparecer com a frequencia com que gosto.

Continuação de bom fim de semana, eu por mim vou continuar a pensar nas palavras certas para responder ao dito cujo na próxima assembleia Geral, já por ele convocada para a semana.

sinto-me:
publicado por ciloca às 12:25
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Dos Deolinda "Que parva q...

. Regressei um ano depois

. contra a execução de Saki...

. ...

. ...

. A Cidade vai sentir estas...

. Finalmente,

. ...

. ...

.arquivos

. Maio 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.favoritos

. ????????...

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds