Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
Parabéns Mãe!! :)

Home-Michael Buple

Para a minha mãe que é melhor do mundo....ok pode não ser a melhor do mundo mas não quero outra....porque é esta que eu amo e sem a qual não sei viver. Com todos os defeitos e virtudes, é esta que me faz feliz e eu agradeço todos os dias ter esta e não outra...Adoro-te mãe! Muito!..do fundo do meu coração muitos Parabéns...desculpa se não sou um exemplo de filha e se não te digo todos os dias o quanto te amo... eu amo amo e amo! Parabéns e espero que gostes da surpresa :) Tem um dia feliz!

Ass: Filha da Ciloca

música: Home
publicado por ciloca às 13:53
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 24 de Junho de 2006
...

Dada a minha saúdade do mar e na impossibilidade de ir á praia, vou deixar uma fotos do

http://imagensdobeco.do.sapo.pt/  

Sinto-me como se estivesse em Peniche,  nas praias do Baleal, com sua agua limpa, cristalina e tão azul.

Obrigado ao autor das fotos.

sinto-me:
publicado por ciloca às 16:11
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006
Debaixo das saias

De tempos a tempos lá vem a notícia na comunicação social de que os jovens ficam até cada vez mais tarde em casa dos pais. Cada vez mais têm medo de dar o salto para a autonomia financeira. Algo que faz com que cresçamos a uma velocidade exponencial em pouco tempo. Só o simples facto de termos um orçamento limitado, a seguir ao qual não há mais, mesmo que não seja fruto do nosso trabalho, faz com que aprendamos muito.
Mas a verdade é que lá vão ficando com os pais o que provoca um retardamento no seu amadurecimento como adultos, o que acaba por trazer complicações para a sua vida, já que o mundo exterior não lhes dá qualquer desconto por viverem com os pais.
Tive recentemente um exemplo crasso dessa realidade quando um funcionário novo do local onde trabalho, para fugir a uma situação desagradável inventou uma doença com respectiva consulta médica e deixou que fosse a mãe a explicar tudo à chefia, como quem telefona à professora primária dizendo que o filha está com dores de garganta. Convém deixar claro que a suposta doença não era inibitiva de fala.
Este é apenas um exemplo, porque muitos outros existem a muitos níveis, quer no pessoal e emotivo, quer no campo profissional.
A maioria dos pais quer evitar que os filhos passem pelas dificuldades que experimentaram, protegendo-os até ao limite. Mas a verdade é que não se apercebem que não os estão a ajudar, mas a prejudicar, fazendo com que percam um pouco a noção da realidade.
publicado por ciloca às 22:10
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006
...

Estou de volta, após uns dias de ausencia.

Não...Não estive de férias, estive muito ocupada a acompanhar a filhota, naquela intervenção cirurgica de que vos havia falado.

Informo-vos de que tudo correu bem. Demos entrada na Clinica na segunda-feira e saímos na Terça, por volta da uma da tarde.

Agora que tudo está a correr bem,resta-nos esperar que tudo termine bem.

Ainda faremos umas visitas ao médico cirurgião, outras para fazer os pensos , mas julgo que o pior já passou.

A miúda não se queixa com dores e até já estuda para os exames que terá no fim deste mês.

Eu cá vou acompanhando os momentos do Mundial, e retomando a minha vida profissional, com  metas a atingir e prazos para cumprir.

Hoje recebi uma boa noticia, uma colega tem um filho estudante universitário que foi selecionado para ir para a Suécia no ambito do programa ERASMOS, onde estudará um ano.

Blá..Bla´..Blá, parabens o jovem merece, sempre foi um carola de 18 e 19. Mas... há sempre um  mas... Diz a mãe, orgulhosa, vou ficar mais só, vou sentir muito a sua falta. E eu respondo: é o preço de teres em casa um daqueles Portugueses,  de que nós nos orgulhamos e que queremos ter cada vez mais.

Esses.. os bons começam a sair do País, cedo ainda enquanto universitários e depois não sei se voltam. A Suécia é um País envelhecido, precisa de jovens e se forem brilhantes melhor..

Para que conste este é um dos muitos casos que eu conheço de jovens universitários bem sucedidos que bazam daqui para fora, logo que terminam o curso.

Eu sei que o País sempre foi pequeno para as nossas ambições  - desde o séc XV- mas nós tambem necessitamos deles cá.

Será que ninguém faz nada para parar com esta deslocalização dos nossos melhores cerebros?

sinto-me:
publicado por ciloca às 19:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 18 de Junho de 2006
...

Escrevo!
Serei também escrita
Neste mesmo instante
Por quem por gosto ou desgostadamente
Me soletra
E que nem sei como me interpreta
De mim distante?
Traduz-me realmente
Ou como eu
De mim ignorante?

publicado por ciloca às 19:45
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 17 de Junho de 2006
...

Porque hoje é Sabado.... E o dia está deveras cinzento , aqui vos deixo este pedacinho de Primavera, esta pincelada de cor e luz.

 O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de, vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do Mundo...

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender ... 

 

PARA TODOS BOM FIM DE SEMANA

 

 

publicado por ciloca às 13:07
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006
Para os meus amigos

Para os meus amigos

Já faz um tempo que eu te conheci
Já era hora então de reconhecer
Você faz parte da minha vida
A sua, a dela, a dele, a minha
A nossa toda junta no mesmo lugar

Faz pouco tempo que a gente se diz: Amigo
E você já tem que partir
E se perder no mundo
Todo o futuro indo longe demais
Você faz parte da minha vida
A sua, a dele, a dela, a minha
A nossa vida distantes demais

E eu que já tinha programado
Eu com os meus filhos
E você com os seus
No fim do ano que vem
Na praia, lá no rio
Curtindo o reveillon

Ou aquela visita
Num fim de tarde
Na minha varanda
Chimarrão ou café
O pão de queijo assando
Enquanto eu lhe mostro a ultima canção que fiz

Antes de você partir, viver nova ventura por aí
Antes de te perder de vista, quero que você insista
Em aprender novas lições de viver
Por que o mundo já começou a girar
E eu girando do lado contrario que você está
Parece até que faz um tempo que estou parado no mesmo lugar
E qualquer dia de bobeira a gente pode se encontrar!
Marco Faria
Publicado no Recanto das Letras em 12/06/2006
publicado por ciloca às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. ...

. Dos Deolinda "Que parva q...

. Regressei um ano depois

. contra a execução de Saki...

. ...

. ...

. A Cidade vai sentir estas...

. Finalmente,

. ...

. ...

.arquivos

. Maio 2012

. Fevereiro 2011

. Agosto 2010

. Fevereiro 2010

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

.favoritos

. ????????...

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds